domingo, 23 de janeiro de 2011

Computador e Internet

Computador e internet,
Ambos para o bom uso
Não podem ter abuso
E mandar mensagens absurdas
Para que um inocente as interprete,
Na forma humilde dele ser
Um alguém a se defender.
 
Deus é contra as maledicências
Inflamadas por quem quer se impor
Acusando a ele e a natureza
As causas de tanta pobreza
Que o diabo a nós quer pôr
Como se fosse ele o cérebro em inocência.

O Futurismo será o próprio fim
Enquanto ele for manuseado pela máquina;
É necessário que todos estejam afim
Que o homem mal use nova tática,
Pois "água mole em pedra dura
tanto bate" que mesmo assim não fura,
Mas haverá uma nova ética de viver
Que até esse homem um dia irá aprender.
Decio Di Giaimo
03/11/2001 - 08:26 hrs
Poesia retirada do livro -  "Poesias Verídicas

0 comentários:

Postar um comentário